← Back Published on

Rodrigo Amarante apresenta, pela primeira vez no Brasil, o disco ‘Drama’

Quem abre as apresentações da noite é Dora Morelembaum, cantora e compositora que integra a banda Bala Desejo. Com uma presença sempre muito poderosa ao vivo, Dora é dona de uma voz doce e potente, que preenche todos os espaços e contagia o público.

Para a performance de ‘Passarinha’, ela convida ao palco o músico Alberto Continentino e anuncia, feliz, que a música gravada com a banda fará parte da trilha sonora da próxima novela do horário nobre da TV Globo.

Dora é carismática e confessa que já quer voltar ao Circo com o show do Bala Desejo. Ela relembra a energia da primeira e, até então, a única e explosiva apresentação que a banda fez por lá, em julho de 2022. Para ela, o Circo Voador é um templo da música. Mas antes de voltar, ela conta que vai tocar no maior festival nacional na tarde seguinte. É show do Bala Desejo abrindo o Palco Sunset do Rock in Rio, e o público vibra.

Depois da apresentação de Dora, o mestre de cerimônias da casa DJ Lencinho introduz o grande show da noite, lembrando a todos o quão icônico é continuar frequentando o Circo até hoje.

Rodrigo Amarante apresenta, pela primeira vez no Brasil, o disco ‘Drama’, segundo de sua carreira solo. O álbum foi gravado e finalizado em 2020, no ápice da pandemia, e lançado em 2021. A última vez que Amarante tinha subido no palco do Circo Voador foi lá em 2014, apresentando a turnê de ‘Cavalo’, seu primeiro disco solo.

O ‘ruivo’ está de volta e entra no palco trazendo a ‘Maré’, primeiro single de ‘Drama’, contagiando de cara o público sem precisar de muito esforço. Animado em finalmente estar de volta ao Rio, reencontrar e tocar com os amigos e para o público de sua cidade natal é como dar um abraço cheio de saudade. O cantor se sente em casa.

Na parte brasileira da turnê, os músicos internacionais são substituídos por instrumentistas brasileiros. Se na turnê de ‘Cavalo’ o tom do show era bem mais intimista, neste disco Amarante e seu violão branco trazem uma apresentação completa, acompanhados de uma banda de peso, ao lado do amigo hermano Rodrigo Barba (bateria), Nana Carneiro da Cunha (teclado e violoncelo), Daniel Castanheira (percussão), Pedro Sá (guitarra) e Alberto Continentino (baixo).

Em ‘Irene’, o público se emociona, casais se abraçam, alguém chora e todo mundo canta em coro. Amarante se apresenta por mais de uma hora e meia, em um show que culmina no ponto alto ao final, quando cantou sucessos como ‘Mon Nom’, ‘Tardei’ e ‘Cometa’, e os músicos se revezaram nos instrumentos. Como em qualquer show no Circo Voador, o público encontra espaço para se sentir à vontade.

A turnê de ‘Drama’ segue nos palcos brasileiros até o dia 23 de setembro, com última apresentação no Theatro José de Alencar, em Fortaleza (CE).

Texto publicado originalmente no blog The Low Key